:: Artigos

#RDSummit2018: Aplique as tendências de marketing desta experiência
Talita Scotto
12/6/2018 3:59:00 PM

Foi minha primeira vez no RD Summit 2018 e já tinha ouvido muito sobre a fama do evento. “Sensacional”, “surpreendente” e “indispensável para quem é da área de marketing”. Confesso que fui sozinha, sem expectativas e não fantasiei, até porque antes de viajar rumo a Florianópolis foi preciso deixar a agência com todas as atividades adiantadas e equipe alinhada.

E por falar em equipe, este foi o meu primeiro arrependimento. Por que não levei eles?

Foi o primeiro pensamento que tive assim que o evento começou. Prometi ali, que em 2019 a ida de todos ao evento seria obrigatória. Pelo conhecimento, inovação, acesso a informações, tendências, além de tudo o que mais se viu e ouviu por lá na boca dos palestrantes: viver a experiência. Esta, de estar entre 11 mil pessoas com uma energia contagiante, é o tipo de motivação que não se consegue atingir no escritório.

A energia e o alto astral foram os pontos altos do evento. Para quem é mais detalhista como eu, o efeito “Disney” também foi outro ponto forte. Nada deu errado e nada atrasou. Pontualidade, organização, cuidado e respeito vi acontecer do começo ao fim – entre todos.

Foi uma injeção de motivação ver de perto aqueles que são referência de conteúdo na internet e que te inspiram diariamente com suas postagens, te recebendo e dando conselhos. Também foi inspirador conhecer pessoas novas de vários estados do Brasil, puxar assunto de maneira tão natural e não se sentir o tal “esquenta parede” de evento (viajar sozinha é sempre uma ótima maneira de subir uma casa no nível “cara de pau” ou se preferir no seu networking).

Mas vamos ao que interessa, foram 150 palestras simultâneas e torci para ter feito as melhores escolhas (não é fácil selecionar). Como diretora da Agência Contatto, optei por trilhas de conteúdo, gestão estratégica de agências, SEO e marketing e outros conceitos.

Do que vi no RDSummit 2018, deixo aqui algumas tendências dos conteúdos que assisti:

Humanização das marcas

Vi a sensibilidade presente em muitas palestras por lá e uma das provações do especialista em marketing digital Edney Souza, que mais me chamou atenção foi: “E se vocês acordassem um dia e não existisse mais influenciadores digitais, tendo apenas conteúdo de marcas? Vocês teriam o mesmo interesse pelas redes sociais?”. A resposta imediata foi não. Certamente.

Pessoas gostam de pessoas e querem ver pessoas. Neste contexto, o conteúdo deve ser mais “tocante”, compreendendo a dor das pessoas e procurando resolver seus problemas. Oferecer algo em troca, ser útil, ensinar e criar vínculos são maneiras de gerar engajamento. O que você pode oferecer ao seu cliente? Olhar para os microinfluenciadores pode ser mais assertivo pela maneira como se relacionam com o público.

Inteligência artificial e desenvolvimento tecnológico

Você acredita que em 10 anos a distância entre Brasil e Japão pode ser percorrida em menos de 30 minutos? Foguetes e Hyperloop foram duas tendências apontadas pelo economista Ricardo Amorim. A transformação digital fará isso por nós e já esperamos pra ver, afinal o prazo já está correndo.

Martha Gabriel levou a inteligência artificial para o evento e destacou o trabalho de robôs e a substituição de pessoas por máquinas. No entanto, também exaltou os 3ES: Empatia, ética e emoção, se referindo as características únicas de nós, seres humanos.

Direto da NASA, Yvvone Cagle, trouxe uma palestra cheia de reflexão. Por mais que tenhamos robôs, a aprendizagem e a inspiração por aprender são sentimentos únicos do ser humano.

E-mail marketing

Anos atrás até cogitaram o seu desuso, mas não. Muita calma. Ele foi citado entre muitos palestrantes e é peça-chave do inbound marketing. No entanto, a mensagem principal é: bom-senso na hora da estratégia utilizada, na quantidade de e-mails enviados e nas mensagens muito persuasivas. Trabalhar a sua lista de maneira correta é essencial para o resultado ser melhor.

Gerando negócios no Linkedin

Estava quase negligenciando o tema. Mas se teve surpresa no evento, este assunto sem dúvida foi um deles. Cristiano Santos soube passar de forma prática dicas para serem aplicadas ali mesmo na palestra e ter um perfil campeão. Entre os destaques está a avaliação do Social Selling Index (SSI), que traz dados da sua influência dentro do Linkedin: https://www.linkedin.com/sales/ssi

Perfis acima de 60 pontos estão no caminho certo.

Vídeos para negócios

Temos cerca de 8 milhões de brasileiros com alguma deficiência auditiva. Logo, vídeos sem legendas não atendem a este público. A dica, que parece simples, foi dado pelo Camilo Coutinho, referência em produção de vídeos estratégicos. Este número foi algo que fez a galera pensar.

Com dicas práticas do começo ao fim, a palestra dele foi uma das que mais agradou. Entre os exemplos e as dicas, começar a gravar vídeos pelo Instagram stories foi uam delas. O desafio dele, inclusive, foi cumprido por quase 1 mil pessoas: gravar um vídeo e marcá-lo para receber um feedback. Fiz minha parte, pois descobri que não era a única com vergonha da câmera.

Além disso, Coutinho também comentou que muitas vezes o vídeo é só um vídeo, sem estratégia e planejamento. Pessoas e empresas tendem a fazer o “durante”, se esquecendo que o “antes”, que envolve pesquisa de palavras-chaves para o mercado e é fundamental para trazer resultados. Negligenciar etapas pode transformar marcas em um “depositube” de vídeos que ninguém vê.

Testar, testar e testar

Conteúdo, campanhas digitais, inbound marketing, redes sociais: comparar as ações e medir resultados. Nenhum case apresentado era só uma arte bonitinha, algo “basiquinho” e que trouxe resultado rápido. Tudo, muito bem planejado, organizado e bem amarrado com processos. Fabio Ricotta, da Agência Mestre, foi um dos palestrantes que enfatizou a necessidade de comparar resultados, testar caminhos diferentes, redes sociais distintas para atingir resultados e ter um bom desempenho.

Feira de negócios

Tem solução para tudo e o melhor é que tudo te traz uma forma eficaz de mensuração. Fiz questão de passar de estande em estande para tentar encontrar algo que pudesse ser aplicado aqui na agência.

O que mais chamou atenção foi a quantidade de empresas com tecnologias variadas para chatbotse soluções para inbound marketing.

Por aqui, adoramos a ideia de ter conteúdo transformado em áudio e já adotamos. Agora, todos os posts do blog da agência terão arquivo de áudio, que podem ser compartilhados por Whatsapp, newsletter ou mesmo subir para o spotify.

O RDSummit 2018 foi intenso, cheio de conteúdo e aprendizado. Foi uma maratona de palestras e correria entre uma sala e outra. Você sai de lá com ideias novas, soluções melhores, novas técnicas e ferramentas de marketing digital. A contribuição da Resultados Digitais para todo o ecossistema de marketing me faz ter a certeza que, em 2019, estarei no RDSummit novamente.



Por Talita Scotto - diretora executiva da Agência Contatto, que é especializada em assessoria de imprensa, produção de conteúdo e gestão de redes sociais há 10 anos. Viajou em busca de conteúdo, tendências e soluções. Encontrou tudo.

 



Voltar






Copyright Mega Brasil Comunicação - Todos os direitos reservados